A Paraíba deve implantar nos próximos meses um laboratório de fitossanidade para o diagnóstico vegetal de referência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Segundo informações do assessor de comunicação da Delegacia Federal da Agricultura na Paraíba, Dalmo Oliveira da Silva, a idéia é que o novo laboratório auxilie na determinação de pragas quarentenárias do tipo “A2” e não-quarentenárias regulamentadas pelo Ministério. “Segundo Mageciene Chaves de Oliveira, responsável técnico pelo Laboratório de Sementes e autor do projeto de criação do laboratório de fitossanidade, depois de instalado, o equipamento poder estruturar procedimentos e condições necessárias ao provimento de testes de proficiência e controles interlaboratoriais na rede de laboratórios credenciados pelo MAPA em diagnóstico vegetal”, explica.

Dalmo informou que, segundo o responsável técnico, Mageciene Chaves, um dos objetivos centrais é viabilizar a execução de análises oficiais de rotina, segundo as prioridades estabelecidas pelos setores responsáveis pelo controle e monitoramento de pragas quarentenárias e não quarentenárias regulamentadas e que com o novo laboratório será viabilizada parcerias, cooperações e convênios com organismos brasileiros de metrologia e outras instituições relacionadas à gestão da qualidade, com vistas a estruturar um sistema de garantia da qualidade e adiantou que outra missão do novo laboratório seria a de realizar treinamentos e atualização do corpo técnico do MAPA envolvido nas atividades previstas para o laboratório de referência. “Mageciene informa, entretanto, que será necessário adaptar a infra-estrutura local já disponível no Laboratório de Sementes, para receber as instalações do laboratório de fitossanidade”, explica Dalmo.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Anúncios