Por Aderaldo Luciano

“Queridos amigos do Facebook, imensa tristeza e revolta salta-me da alma. Esta imagem, este protesto são coisas que pensei nunca mais os presenciar. O problema da seca nordestina é por demais conhecido no Brasil e em todo o mundo, mas não se aprendeu absolutamente nada. Tudo continua o mesmo jeito: uma máquina estatal corroída, loucamente envenenada pela política predatória. Enquanto se gastam bilhões com copa do mundo que não nos legará coisa nenhuma, as famílias nordestinas do sertão e agora do brejo sofrem e se abismam diante de tanta omissão. O lamento só, não basta. Uma atitude se faz urgente. Nós que vivemos na diáspora, retirantes e retirados, gritamos a busca urgente de saída digna. Não é esmola, é a obrigação de zelar pelo bem-estar dos nossos cidadãos. Este protesto, depositando na frente do Banco do Nordeste, que só tem servido a latifúndios, na cidade de Guarabira, na Paraíba, hoje pela manhã, é apenas uma leve carícia no rosto malfadado de quem poderia fazer alguma coisa. Agradecemos à cobertura de Levy Santos, de Pilões, que flagrou o ato.”

Valor Nordestino

Anúncios